Motorista de aplicativo desaparecido é encontrado ferido

O motorista da plataforma Uber que estava desaparecido desde a madrugada deste sábado (2) foi encontrado no início da tarde. Paulo Henrique Bortolan, de 24 anos, foi socorrido pelo Samu e está internado no Hospital do Trabalhador.

Paulo foi encontrado caído na grama, encostado em um muro no cruzamento das ruas Luiz Cardos e Miguel Ozório de Almeida, no bairro Fazendinha, em Curitiba. A equipe do Samu foi acionada para fazer o socorro às 14h28.

Desaparecido: Motorista de aplicativo desaparece e família pede ajuda; carro foi encontrado abandonado

“Ele estava consciente, com lesões em face, lesões em crânio”, comentou a socorrista do Samu, Karina Oliveira. De acordo com ela, os ferimentos não são graves e foram causadas por agressões.

A socorrista afirmou ainda que Paulo não quis passar detalhes do que teria acontecido. “Ele passou poucas informações pra gente. Passou o telefone da família para fazermos contato, a gente perguntou se ele foi assaltado, ele não passou informação pra gente, só relata realmente que foi agredido. A gente se perguntou se foi no local e ele também não passou essa informação”, disse a socorrista.

Procura

“Estou desde às 5h da manhã, da hora que fiquei sabendo do sumiço dele, e foi só desespero”, comentou o pai do motorista, Paulo Marcelo. Ele disse que ficou sabendo sobre a localização do filho em uma ligação feita pelos socorristas do Samu. Neste momento ele estava no Hospital Cajuru.

Ele disse ainda que durante todo o dia está recebendo ligações e mensagens suspeitas. Uma delas teria indicado que o rapaz estava abandonado em uma rodovia. “Depois dessa ligação [do Samu] veio uma ligação estranha, uma voz que não era a dele, não tinha nada a ver com o falar dele”, disse o homem.

O pai de Paulo comentou ainda que o filho começou a trabalhar na plataforma há dois anos e depois que conseguiu outro emprego passou a trabalhar como motorista apenas nos finais de semana.

“Agora é alívio. Seja lá o que ele fez, se ele aprontou vai ter que contar a história, mas tá vivo. É isso que me interessa”, disse Paulo.

O carro do rapaz foi encontrado ainda durante a manhã, na Estrada do Ganchinho, com os pneus furados e sem o rádio. Além disso, uma faca estava dentro veículo. A família mora no bairro Fazendinha e uma das últimas corridas de Paulo antes do desaparecimento foi até a Cidade Industrial de Curitiba (CIC).

Colaboração Luiz Mandelli / Rede Massa

Fonte: massanews.com / http://bit.ly/2WF9ofb