Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

UPA Pinheirinho reabre após reforma

A Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Bairro Pinheirinho em Curitiba, que passou por reforma foi reaberta a população na terça-feira (12) e já funciona com um novo sistema de atendimento que promete reduzir o tempo de espera.

A nova UPA Pinheirinho atende no sistema chamado de Circuito Direcionado de Atendimentos (CDA), que separa o fluxo dos pacientes de baixo risco (classificados com pulseiras azuis e verdes) dos prioritários (amarelo) e dos de urgência e emergência (laranja e vermelho).

Isso que permite aos profissionais de Saúde direcionarem o atendimento de forma mais precisa a cada tipo de necessidade e reduzir o tempo de espera nos casos não-urgentes.

“Transformamos essa unidade em um modelo que vamos levar às outras UPAs de Curitiba, já aplicado com ótimos resultados em pronto-socorros de hospitais, especialmente na Europa”, destacou a secretária municipal da Saúde. O sistema também já existe em alguns hospitais de Curitiba.

A implantação do CDA foi possível com a reestruturação física da UPA Pinheirinho. A unidade revitalizada passa a contar com quatro salas de atendimento médico. Uma delas será prioritária ao atendimento de emergências infantis e duas às situações de emergência e urgência e priorizações (eixos vermelho, laranja e amarelo).

A quarta sala está destinada aos pacientes do eixo azul e verde (não-urgentes), e irá atender, em repartições distintas, até sete pessoas simultaneamente. Nessa sala, o paciente será atendido integralmente, desde a avaliação do caso até a entrega do medicamento e a alta. Caso seja verificada a necessidade de cuidados mais complexos, ele será transferido para outros eixos.

Nesse sistema, médicos profissionais de enfermagem vão até o paciente, sem que este se desloque de sala em sala para o seguimento do atendimento. Isso agiliza o processo.

UPA revitalizada

A UPA Pinheirinho foi fechada em 4 de novembro de 2018 para renovação de instalações elétricas, hidráulicas e reestruturação de todo o sistema de gases medicinais, recuperando uma estrutura inaugurada nos anos 1990.

Foram investidos R$ 450 mil na obra que incluiu a construção de banheiros e fraldário na entrada da unidade, ampliação e criação de salas de atendimento, reforma da sala de procedimentos e da recepção, troca de piso e das calhas, pastilhamento e pintura de paredes internas, revisão da cobertura, renovação do mobiliário. Foram feitos ajustes de acessibilidade.

Colaboração Prefeitura de Curitiba

Fonte: massanews.com

Grupo do Primeiro Impacto PR no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo Outros grupos »