Polícia Federal garante que facção mandou matar psicóloga