STF julga casos de prisão em segunda instância