Estelionatários usam cada vez mais o telefone para lucrar