Suspeitos vendiam remédios adulterados para pacientes