Suspeito de assassinato vai sentar o banco dos réus