Polícia acredita que pais podem ter matado o próprio filho