Laudo confirma que houve conjunção carnal com passageira de uber