Motoristas de ônibus reclamam da rotina de violência