Acusado de sequestro-relâmpago contra mais de 20 mulheres é preso

Um homem, suspeito de cometer mais de 20 sequestros relâmpagos em Curitiba, foi preso em Santa Catarina na última semana, após se envolver em um acidente de carro no momento em que fugia da Polícia Militar (PM). Em alguns sequestros, o homem chegou a apontar a arma para os filhos das vítimas, que eram em sua maioria mulheres.

O suspeito já era investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos (DRF) há alguns meses e, em janeiro, a especializada descobriu que ele havia fugido para Santa Catarina, onde também tinha diversas passagens policiais. “Ele continuou praticando roubos e sequestros e, em uma dessas, a PM de Santa Catarina conseguiu prendê-lo. Na fuga ele acabou quebrando o fêmur em um acidente de carro”, explicou o delegado Marcelo Magalhães, responsável pelo caso.

O homem foi transferido para Curitiba na última sexta-feira (22) e, de acordo com o delegado, já foi reconhecido por mais de 10 vítimas. 

“Todas são mulheres, e muitas dessas estavam com crianças. Além de perigoso, ele é um bandido covarde, pois se aproveitava muitas vezes da distração e do fato da mulher estar com seu filho. Ele chegou a apontar a arma para a criança em mais de um caso, para que a mãe cedesse aos pedidos dele”, disse.

Nos sequestros relâmpagos, o homem obrigava que as vítimas sacassem dinheiro em agências bancárias e, quando isso não era possível, ia até a casa da mulher para roubar dinheiro. “Quando ele não conseguia sacar, ele levava a vítima até a residência para levar dinheiro e joias. Em um dos casos, o homem levou mais de R$ 40 mil em joias de uma vítima”, finalizou Magalhães.

O homem, que possui diversas passagens policiais também em Santa Catarina, deve responder por sequestro relâmpago e outros crimes. Ele permanece preso, à disposição da Justiça.


Fonte: www.massanews.com