Suspeito é preso pela quinta vez e já pode pedir música