Vereador apresentou versão que foi desmentida pela polícia