Facção criminosa usava câmeras para monitorar fiscalização da PRF