Frequentadores de festa dizem que foram espancados por policiais